Publicado em

O que mudou em dez anos

Mencionei mais cedo que o blog está fazendo dez anos esse ano e, claro, muita coisa mudou. Dez anos é muito tempo, e quando se é jovem, pesa ainda mais. Eu tinha dezessete anos quando comecei o blog, e agora tenho vinte e sete. Deixei de ser um aspirante a arte para me tornar um artista e mais do que isso, um artista maduro, mais experiente. Obviamente muitos anos ainda me aguardam (espero), mas não sou mais o garoto que costumava ser. Não sou mais tão empolgado. Se você voltar alguns anos aqui vai até dar risada, porque é engraçado, diante das minha reações com as mínimas coisas. Dez anos me deixaram mais cascudo, menos frágil, mais forte. Me tornei homem, marido e dono de casa. Aprendi a pintar com óleo, acrílica, aquarela, guache, photoshop, painter, clip paint, spray, pva e além disso, sei animar, diagramar e editar video. Aprendi tudo o que eu queria e um pouco mais. Muito mais. Hoje, diferente do passado, não me faltam papéis. Tenho mesa, cadeira, computador e tenhoalgun dos livros que eu sempre quis ter. Muita coisa mudou, mas eu estou aqui. Ainda sinto que sou eu mesmo. Não me trai tanto assim. Ainda bem. Ainda estou aqui. E agradeço por você também estar.

A mudança mais importante do tempo, talvez, tenha sido a minha mudança de nome. Assinei, Felipe, depois Felipe Moreira, Depois Felipe Moreira Coutinho e Hoje estou assinando Felipe Coutinho e Felipe M coutinho, depende do trabalho. Sou, em todos os casos, a mesma pessoa.